quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

DIRETO DA CÂMARA - Por falta de vereadores , primeira sessão de 2011 não acontece em São Domingos do Maranhão - Edição 43 - Ano II



Nesta quinta feira (17) data que foi a largada para o inicio dos trabalhos da câmara municipal dos vereadores de São Domingos do Maranhão vimos que o que poderia ser a primeira sessão de 2011 foi na verdade a primeira falta de vereadores de 2011 ! Infelizmente a maioria dos vereadores não compareceram a casa do povo . Apesar da reforma do prédio e o novo quadro de funcionários estiveram presentes o Presidente Neném do Leão , Vereadora Adailta Bandeira , Vereador Jorge de Tôsa e Vereador Walmek Avelar . Como existe a regra que para acontecer uma sessão têm que ter no minímo cinco vereadores presentes  a sessão não pôde acontecer ! . O povo que estavam lá ansiosos por  projetos para o bem estar de todos mais saíram mesmos foram muitos insastifeitos com a situação . Infelizmente temos que usar o bordão de uma comunidade do orkut : MUDA SÃO DOMINGOS DO MARANHÃO !!!

5 comentários:

Anônimo disse...

Só por curiosidade,quantas pessoas apareceram dessa vez?

G Passos-Gyn

SPY SD disse...

Resposta :

Apenas 5 pessoas !


SPY SD - O CRÍTICO DE SER !!!

Antonio disse...

Meu caro a cidade não precisa de vereador!não precisa de projetos,a população é bem atendida em todo órgão publico da cidade,a cidade não precisa de leis,fiscalização no transito da cidade,acho que precisa de hospital que em um acidente recente a vitima foi para Presidente Dutra.
Pessoal já passou de tempo de se tomar providencias no transito da cidade,e os vereadores tem sim o que fazer,o que falta é compromisso e respeito.

Anônimo disse...

O PIOR É VER QUE NA ULTIMA SESSAO DE 2010 NO DIA DA ELEIÇÃO DO PRESIDENTE LOTOU E AGORA VER APENAS 5 PESSOAS ?
DAR ATÉ VONTADE DE RASGAR O TITULO DE ELEITO EM VER UMA COISA DESSAS.

Antonio disse...

Realmente chega até ser revoltante e a ferramenta que temos é reclamar, fiscalizar denunciar irregularidades, fazer cumprir os direitos adquiridos e na eleição não votar porque o cara da passagem, presente, tapinha nas costas etc.